The artists

Foto_grupo.png

The artworks

Golden Members é o nome da exposição de arte contemporânea que irá inaugurar no próximo dia 7 de Maio, pelas 15h no Atelier Natália Gromicho bem no coração do Chiado.
Esta primeira exposição internacional conta com 17 artistas, oriundos dos mais variados locais do globo. Os artistas selecionados para esta mostra são:

Adelia Clavien | Adriano da Vila | Ana Maria Malta | Aranka Székely | 
Beatriz Lopes Lopes | Domingo Parada | Elisabeth Vaz | Leonor Sousa | 
Maria Isabel de Lince | Michael Ferrell | Natália Gromicho | Pejo | Šárka Darton | Sinikka Elfving | Stanislav Riha | Tam Ulriis | Yvonne Wiese


Adelia Clavien é uma artista com reconhecimento internacional, Portuguesa, mas vive e trabalha na Suíça é uma artista que apresenta a expressão plástica New Pop realism, com vários prémios na sua carreira, é uma artista de destaque nesta edição da DC.
De Itália chega Adriano da Vila, um artista que nos mostra um novo abstrato com ambientes quentes e gélidos. Uma nova abordagem ao abstrato paisagista.
De Portugal, Ana Maria Malta é conhecida mundialmente pelas suas aguarelas. Já arrecadou um vasto numero de prémios e será também ela uma artista de destaque nesta exposição. Aranka Székely é natural da Roménia, mas vive e trabalha na Hungria. É uma artista maioritariamente figurativa e apresenta obras sensuais, com cores fortes. A Argentina é representada por Beatriz Lopes Lopes, uma artista de elevada qualidade, com obras que vão desde retrato a ambientes surrealistas e intensos.
Da Bolívia podemos vislumbrar os grafismos criados por Domingo Parada. De França mas com origens Portuguesas, Elisabeth Vaz destaca-se por obras abstratas com recurso a espatulagem e uma explosão de cor. Leonor Trindade Sousa brinda-nos com um conjunto de obras absolutamente impressionantes, com destaque para a fusão entre o figurativo e o abstrato, muito bem conseguido pela artista portuguesa. De regresso a Lisboa, Maria Isabel de Lince, artista Colombiana, com vários prémios arrecadados, apresenta-nos obras de atmosferas com cor e brilho de forma sublime. Também de regresso a Portugal está Michael Henry Ferrell, um artista paisagista figurativo que nos apresenta vários locais de Lisboa com pintura a óleo. Natália Gromicho apresenta uma obra de destaque, “Pessoa perdido em Lisboa, 2017”, grande formato, expressão, cor e profundidade. De regresso a Portugal o projeto Pejo, 2 artista Belgas que nos apresentam uma fusão de pintura, com recurso a vidrados e muito experimentalismo. Sarka Darton, artista oriunda da república checa e que vive atualmente em Londres apresenta-nos uma instalação, com fusão entre pintura s/madeira, escultura em pedras e algumas surpresas a descobrir no local. Sinikka Elving é um talento da Finlândia, também ela uma artista premiada expõe uma obra abstrata muito particular onde os amarelos e Lilases se fundem tornando uma harmonia muito original. Stanislav Riha já é um artista consolidado em Lisboa, nasceu na Republica Checa mas vive no Canadá, apresenta-nos nesta edição uma coleção de 3 obras surrealistas inéditas, com inserção de folha de ouro, colas, resinas e vários materiais nobres. Tam Ulriis é uma recém artista, com talento nato. Uma obra surrealista, muito intensa e com várias criticas muito positivas ao seu trabalho.
Yvone Wiese nasceu e vive em Dinamarca, uma artista com influências impressionistas e ao mesmo tempo uma sensação de profundidade na obra que trás a Lisboa.

A exposição está patente de 7 a 13 de Maio no Atelier Natália Gromicho do Chiado, das 13h às 18h
 

 

The opening video

The opening photos

Press